Bom dia, Domingo 23 de Julho de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Benefícios da cebola para Diábeticos

GC Notícias | 30/04/2015 23:42

A cebola, usada para temperar e complementar diversos pratos, pode trazer muitos benefícios à saúde, inclusive para os diabéticos.

A cebola é rica em vitaminas A, B6, C e E e também em sais minerais, como o fósforo, enxofre, ferro, cálcio, magnésio e iodo. Além de propriedades antioxidantes, a cebola é depurativa, expectorante e também digestiva.

O consumo de cebola também diminui o nível de glicose no sangue graças a uma substância chamada dissulfureto de alilo propilo. Ela tem também a glucoquinina, que age no organismo como uma insulina vegetal. Essa substância é liberada quando a cebola é cortada ou triturada. Então, use e abuse deste tipo de preparação.

Para conseguir os efeitos você pode consumir a cebola em saladas e em pratos quentes. Veja duas dicas para aproveitar os benefícios:

- Uma opção é o suco de laranja, cenoura e cebola. Coloque no liquidificador o suco de uma laranja, meia cenoura e três rodelas de cebola. Bata tudo e beba na hora uma vez ao dia.

- Outra opção é o chá. Use duas rodelas de cebolas picadas para uma xícara de chá de água. Ferva por 5 minutos, adoce, de preferência, com mel sem exagerar e beba em seguida.

Tem quem não goste, mas a cebola é um ingrediente famoso nos pratos brasileiros.

 

Você sabe congelar a cebola?

A cebola pode ser congelada, mas quando sobra aquela metade, por exemplo, não é recomendado colocar direto no freezer nem na porta da geladeira, sem proteção. Se for usar no dia seguinte, a cebola deve ser guardada na geladeira picada ou ralada em uma vasilha de plástico tampada. Quer saber como fazer para congelar corretamente? Confira as recomendações dos especialistas da Embrapa:

Para congelar, corte a cebola em rodelas ou pique-a. Coloque a porção em uma vasilha aberta no freezer até congelar. Aí armazene em um pote de plástico rígido ou saco plástico e feche-o retirando a maior quantidade de ar possível. Ao descongelar, é recomendado usar essa cebola para pratos quentes. Para saladas, por exemplo, opte pela cebola fresca.

Em temperatura ambiente, a cebola dura até 5 semanas, sendo que as roxas costumam durar mais do que as outras. Quando é congelada, o tempo de validade aumenta para até 6 meses desde que tenha seguido o procedimento correto para o congelamento.

Deixar um tempero pronto é outra opção que facilita no preparo da comida diária e ajuda a evitar o desperdício. Anote aí:

Triture a cebola até formar uma pasta. Para 1 parte de alho, adicione 3 partes de cebola e 10 partes de sal. Depois de pronto, mantenha o tempero na geladeira. Entre outros benefícios, a hortaliça protege contra infecções do aparelho digestivo e ajuda a diminuir a quantidade de glicose no sangue.

Fonte: Universo Jatobá