Boa tarde, Domingo 19 de Agosto de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Custo de vida do sinopense despenca no mês de junho

GC Notícias | 18/07/2018 10:07
Lindomar Pegorini, economista e coordenador de Cise
Lindomar Pegorini, economista e coordenador de Cise

Alimentos, transporte, saúde, habitação e vestuário ficaram mais baratos no último mês

O cidadão de Sinop gastou menos no mês de junho para manter o mesmo estilo de vida. É o que aponta o relatório do CISE (Centro de Informações Socioeconômicas), realizado pelo departamento de Economia da Unemat, em parceria com a CDL Sinop. Apresentado na manhã desta quarta-feira (18), o levantamento mostra que no mês de junho a inflação em Sinop foi negativa, com uma queda nos preços de -0,90%, em comparação com o mês anterior.

A queda equilibrou a inflação registrada no mês anterior. Em maio, o mesmo departamento mediu um avanço de +1,27% nos preços locais – a maior alta do ano. Com a retração medida em junho, a inflação de Sinop no acumulado de 2018 é de 0,71% - quase um quarto da inflação nacional, medida pelo IPCA em 2,60%. No acumulado dos últimos 12 meses, a diferença é menor. Em Sinop, a inflação acumulada de junho de 2017 a junho de 2018 é de +4,15%, enquanto a inflação nacional do mesmo período é de +4,39%.

Por isso, a queda de junho pode ser lida como uma conformação dos preços depois de uma alta considerável, provocada, entre outros fatores, pela greve dos caminhoneiros. A situação de desabastecimento provocou uma leve disparada nos preços na última semana de maio. Ao longo do mês de junho, esses preços se estabilizaram.

É possível ver esse ajuste pelo levantamento. Dos 9 grupos que compõe a cesta de consumo do sinopense, do que mais caiu foi Transporte (-0,43%). Na sequência vem Alimentação (-0,35%) e Saúde (-0,31%). Vestuário também registrou queda (-0,12%) e um leve retração no grupo Habitação (-0,05%).

O impacto na queda dos preços poderia ser maior se não fosse pela disparada de alguns grupos. Educação, que via de regra se mantém estável ao longo do ano, teve um aumento de +0,48%. A inflação também foi puxada pelo grupo Despesas Pessoais (+0,32%) e Artigos para Residência (+0,20%). Comunicação não teve alteração.

 

Cesta básica

O custo da Alimentação em Sinop, de forma geral, caiu -0,35% em junho. Mas o impacto foi maior nos 13 itens que compõem a cesta básica. Na média local, a cesta básica ficou 2,3% mais barata no último mês. Em maio, a cesta custava R$ 390,48 (preço médio colhido no mercado). Em junho, os mesmo itens custaram R$ 381,48 – exatamente 9 Reais mais barato.

O item da cesta básica que ficou mais barato em junho foi a batata inglesa: -25,6%. O tomate ficou 19,5% mais barato. Leite e manteiga tiveram reduções moderadas e quem fez o contraponto foi a banana, com alta de 6,2%.

O CISE Sinop mede a variação dos preços locais desde junho de 2013. Nesse mês se completaram 5 anos de estatísticas econômicas produzidas pelo departamento de economia da Unemat, em parceria com a CDL Sinop.

Fonte: Jamerson Miléski