Bom dia, Terça Feira 17 de Outubro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Em 9 meses, Sinop gestou mil novas empresas

GC Notícias | 04/10/2017 09:36

De janeiro a setembro, município registrou a abertura de 4 empresas por dia

Um levantamento feito pelo setor de Tributação, da Prefeitura de Sinop, apontou que de janeiro a setembro deste ano 1.102 novas empresas iniciaram suas atividades no município. Isso significa que a cada 24 horas, 4 novas empresas foram abertas em Sinop.

O número é considerado positivo, já que no mesmo período do ano passado foram 996. Conforme o levantamento, nos primeiros 9 meses deste ano 166 empresas encerraram as atividades e 81 suspenderam temporariamente. Em 2016, foram 213 empresas que “fecharam as portas” e 76 suspenderam de forma temporária.

Pensando em alternativas de facilitar o atendimento aos contribuintes, com menos burocracia e mais agilidade, a Prefeitura de Sinop iniciou a implantação de um sistema web, onde os processos realizados pelos contadores, como abertura de empresas, emissão de boletos ou pedidos de viabilidade, passarão a ser feitos via online.

Segundo a diretora de Tributação, Marcia Hernandorena, o novo sistema deve estar implantado em até 60 dias. “Foram feitas mudanças para facilitar a vida do contribuinte. São algumas alterações de sistemas e o Sistema Tributário vai virar web, processos físicos passarão a ser eletrônicos”.

Outro sistema que deve ser implantado é o da Junta Comercial do Estado (Jucemat). Depois de implantada em sua plenitude, a Redesim permitirá o funcionamento imediato das empresas que atuem em áreas não consideradas de alto risco.  “Hoje a documentação física deve ser entregue no município. Com a RedeSim não será preciso mais entregar cópia da documentação na Prefeitura. Será tudo web e a documentação física ficará na Jucemat”, explicou a diretora.

Para a implantação da RedeSim a Prefeitura já fez as alterações necessárias no código tributário, estabeleceu convênio e, há três meses, aguarda a instalação efetiva que deve ser feita pelo Governo do Estado.

Fonte: Redação com Assessoria