Bom dia, Quarta Feira 26 de Julho de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Mato Grosso deve produzir menos etanol na safra 2016/2017 aponta Conab

GC Notícias | 26/12/2016 09:35

Produção de etanol deve ser 24,5% menor que a safra 2015/2016

A produção de etanol hidratado, utilizado para abastecer veículos flex, em Mato Grosso deverá ser 24,5% menor na safra 2016/2017. A queda é motivada pelo recuo de 4,7% na produção de cana-de-açúcar no comparativo com o ciclo 2015/2016. É o que aponta a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) no terceiro levantamento de safra 2016/2017 da cana-de-açúcar.

Ao contrário da produção nacional de cana-de-açúcar que deve crescer 4,4%, a produção mato-grossense deve cair 4,7%, de 17,150 milhões de toneladas para 16,341 milhões.

A Conab explica que a queda em Mato Grosso, bem como em toda a região Centro-Oeste, é decorrente ao excesso de chuva que prejudicou o desenvolvimento da safra, uma vez que as “precipitações intensas resultaram em atrasos e dificuldades na realização de tratos culturais”. A produção de cana-de-açúcar no Centro-Oeste deve recuar 3,9%, porém seguirá como a segunda maior região produtora do país.

As projeções, segundo a Conab, para a produção de etanol (anidro e hidratado) é de 1,120 bilhão de litros. O volume é 15,5% ou 206,1 milhões de litros menor que os 1,326 bilhão de litros produzidos na safra 2015/2016.

Deste volume de 1,120 bilhão de litros, revela a Conab, em etanol anidro, utilizado na gasolina, deverão ser 517,5 milhões de litros. O volume é 2% menor que os 528,1 milhões de litros do ciclo anterior.

Já em etanol hidratado a produção deverá ser de 602,8 milhões de litros, 24,5% a menos que os 798,4 milhões de litros da safra 2015/2016.

Ao contrário do etanol, a produção de açúcar deve crescer 18% em Mato Grosso de 337,1 mil toneladas para 397,7 mil toneladas.

Fonte: Olhar Direto