Boa noite, Quinta Feira 13 de Dezembro de 2018

Economia

Sinop foi a 28ª cidade que mais criou empregos em 2017

Na lista das 100 cidades com melhor desempenho 8 são de Mato Grosso

Crescimento | 06 de Fevereiro de 2018 as 10h 23min
Fonte: Jamerson Miléski

Em 2017 o Brasil teve um desempenho negativo na geração de empregos – pelo terceiro ano consecutivo. Segundo dados do Ministério do Trabalho, que tem como base o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o país fechou 20.832 postos de trabalho no ano passado.

Contrastando o péssimo desempenho nacional, algumas cidades despontam gerando empregos e demonstrando que a crise não é uniforme. A Revista Exame listou nessa primeira semana de fevereiro as 100 cidades que mais criaram postos de trabalho no último ano. Mato Grosso ocupa 8 posições nessa lista.

No Estado, quem mais gerou empregos foi Rondonópolis que encerrou 2017 com 1.660 trabalhadores empregados a mais que no início do ano. A cidade ficou em 22º lugar no ranking. Apenas um pouco a frente de Sinop, que ocupa a 28º posição. O município com 140 mil habitantes gerou 1.519 novos postos de trabalho. Proporcionalmente, o desempenho foi melhor.

A participação de Mato Grosso entre os maiores criadores de emprego em 2017 segue com Várzea Grande na 34ª posição (1.403 vagas), Sapezal 51ª (1.014 postos), Cuiabá 56º (929 postos), Lucas do Rio Verde em 60º lugar (872 postos), Mirassol do Oeste 78ª (761 vagas), e Primavera do Leste, 90º no ranking (713 empregos).

Quem puxou o ranking nacional foi Joinville, no Norte de Santa Catarina, que criou 5.588 vagas no acumulado do ano passado, abertas principalmente pelo setor de serviços.

Os números do Ministério do Trabalho mostram também que, pelo segundo ano consecutivo, o Rio de Janeiro (RJ) teve o pior desempenho entre as cidades brasileiras. Em 2017, o município perdeu 55.527 empregos.

COMENTARIOS