Bom dia, Quarta Feira 19 de Junho de 2019

Educação

Nove escolas estão sem aulas após entrarem em greve em Sinop

Os servidores estaduais estão em greve por tempo indeterminado

Greve escolar | 27 de Maio de 2019 as 15h 22min
Fonte: Redação

Foto: Folha Max

Greve das escolas de ensino público de Mato Grosso teve início nesta segunda-feira (27). Os servidores estaduais estão em greve por tempo indeterminado.

O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), afirma que o governo cobra qualidade de aprendizado, mas as condições necessárias não são oferecidas.

“A Educação é muito boa durante o período eleitoral, contudo mais de 400 escolas estaduais em Mato Grosso, se fosse feita uma vistoria séria, pelo Corpo de Bombeiros por exemplo, seriam fechadas. O governo não olha efetivamente às pautas e não discute, nem mesmo as fundamentais”, diz o presidente do Sintep Valdeir Pereira, por meio de nota.

Mesmo com a confirmação da greve, o Sintep afirma que a categoria está aberta para negociação caso o governo queira apresentar alguma proposta. Mas o governo estadual afirmou que não há negociação na exigência dos professores.

Em Sinop, das 19 escolas estaduais da cidade, nove aderiram à greve. Entre elas está a escola Nilza Pepino, Ênio Pepino, Paulo Freire, Maria de Fátima, Ceja, João Pessinatti, São Vicente, Edeli Mantovani e Bom Jardim.

As que irão continuar as aulas são Carlos Drummond de Andrade, Jorge Amado, Djalma Guilherme, Zeni Vieira, Nossa Senhora de Lurdes, Nossa Senhora da Glória, Renê Menezes, Rosa dos Ventos, Cleufa Hübner e Edna Dalabeta. A informação é que a qualquer momento as escolas podem decidir se também irão paralisar.

COMENTARIOS