Bom dia, Sexta Feira 24 de Novembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Série B: Luverdense empata com o Paysandu e segue ameaçado

GC Notícias | 18/10/2017 11:43
Clube do Mato Grosso domina durante todo o segundo tempo, mas desperdiça chances e se mantém na zona
Clube do Mato Grosso domina durante todo o segundo tempo, mas desperdiça chances e se mantém na zona

LEC segue bastante ameaçado pelo rebaixamento

O empate em 1 a 1, no Passo das Emas, acabou não sendo um resultado bom para nenhuma das duas equipes. Ainda assim, para o Luverdense foi pior. A equipe continua abrindo a zona de rebaixamento, enquanto o Paysandu, que não consegue se desgarrar da parte inferior da tabela da Série B, perdeu uma posição e está só três pontos à frente do Z4.

Os gols da partida foram marcados por Bergson, aos 11 da etapa inicial; e Marcos Aurélio, que empatou para o LEC nos acréscimos do primeiro tempo. Com o resultado o clube mato-grossense se mantém na 17ª colocação, com 35 pontos. O Papão chega a 38 e cai para 12º. Na próxima rodada o Luverdense jogará novamente em casa, agora contra o Goiás, e o time paraense enfrentará o Londrina, no Paraná. As duas partidas ocorrerão no sábado.

O JOGO

O time paraense começou melhor, apesar de jogar como visitante. Com envolvente troca de passes e pressionando a saída de bola do LEC, os bicolores conseguiram sair na frente no placar com Bergson, logo aos 11 minutos. O Luverdense, de cara, sentiu o baque, mas conseguiu se recuperar na partida e praticamente dominou a segunda metade da etapa inicial. Na frente do placar, o Papão se acomodou e buscou somente oportunidades de contra-ataque. Após tanto pressionar o alviceleste, Marcos Aurélio finalmente conseguiu o gol de empate já nos acréscimos, aos 48, deixando tudo igual para o segundo tempo.

Se na etapa inicial o Paysandu teve momentos em que foi melhor em campo, na segunda só deu Luverdense. A equipe mandante pressionou, criou as melhores chances, mas não conseguiu a virada graças ao bom desempenho do goleiro Emerson. O meia Sérgio Mota e o atacante Eduardo deram trabalho ao camisa 1 do Papão. O time paraense se segurou como pôde na etapa final, inclusive gastando tempo com jogadores caindo em campo, exauridos de cansaço.

Fonte: Showdoesporte/Globo Esporte