Bom dia, Quarta Feira 26 de Julho de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Advogado e comunicador de Sinop morre em decorrência de câncer

GC Notícias | 17/05/2017 09:16

Ovídio Itol Araldi passou os últimos anos lutando contra a doença

 

Morreu na madrugada desta quarta-feira (17), o advogado e comunicador de Sinop, Ovídio Itol Araldi. Natural de Itá, Santa Catarina, nascido em 6 de março de 1950, Ovídio transferiu sua residência para Sinop no ano de 2000, junto com sua família.

No norte de Mato Grosso, Araldi atuou como advogado, com ênfase no Direito da Família. Mas foi como comunicador que ganhou notoriedade pública. Na extinta RCN (Rádio Capital do Norte), Araldi apresentou no início dos anos 2000 o programa “A Hora do Empresário”, que entrevistava lideranças do município, transmitindo experiências de pessoas que prosperaram em Sinop. No ano de 2010, Araldi foi convidado para compor o time de colunistas do Jornal Capital. Em 4 anos de colaboração, o advogado escreveu 174 artigos, flertando com a comédia, bolando anedotas para discutir os problemas políticos e os comportamentos sociais de Sinop e do Mato Grosso.

Em 2013 Araldi foi diagnosticado com câncer de próstata. Iniciou seu tratamento que acabou lhe afastando do Direito e da comunicação temporariamente. Em julho de 2014 ele passou por um procedimento cirúrgico para a remoção do tumor, esboçando uma melhora. Desde então Araldi vinha fazendo acompanhamento, tentando controlar o avanço do câncer e suportar a dor que a doença causa.

Em sua última coluna no Jornal Capital, em agosto de 2014, cerca de 40 dias após a remoção do tumor, Araldi escreveu: “A dor nos faz sensíveis aos sofrimentos dos outros, por isso Deus permite dificuldades nas nossas vidas, para que depois de purificados, podermos ajudar o próximo a passar pelas tribulações; pois o caminho que seu irmão está passando, você já caminhou e agora pode ajudar na direção”.

O corpo de Ovídio Araldi será velado a partir das 10h dessa quarta-feira, no memorial Luz e Vida, na Avenida das Embaúbas. O sepultamento está marcado para as 16h30, no cemitério municipal.

Fonte: Jamerson Miléski