Bom dia, Terça Feira 17 de Outubro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Corpo de médico que morreu após aeronave cair sobre casa em SP é velado em igreja de MT

GC Notícias | 10/10/2017 14:15
Vítima do acidente
(Foto: Facebook/Reprodução)
Vítima do acidente

Corpo de Allyson Verciano, de 32 anos, está sendo velado em igreja de Tangará da Serra.

O corpo do médico Allyson Verciano, de 32 anos, que morreu na segunda-feira (9) em um acidente com um avião monomotor, em São José do Rio Preto (SP), está sendo velado na Igreja Presbiteriana da Vila Portuguesa, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, onde a família da vítima mora.

Além de Allyson, o empresário William Rayes Sakr, de 58 anos, que pilotava a aeronave, e o empresário Caique Caciolato, empresário, 25 anos, morreram depois que a aeronave caiu sobre uma casa. A aeronave tinha saído de Tangará da Serra e iria pousar em São José do Rio Preto.

Devido à gravidade do acidente, o caixão vai ser mantido fechado durante o velório. A previsão é que o sepultamento aconteça às 17h [18h no horário de Brasília.

Allyson deixou o pai, a mãe e dois irmãos. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que o piloto e o avião estavam com a documentação em dia.

Vídeo do embarque

O pai de Allyson gravou o momento do embarque do filho, na manhã de segunda-feira, no aeroporto de Tangará da Serra. No vídeo, cuja publicação foi autorizada pela família, é possível ouvir Antônio Verciano dos Santos desejando boa viagem ao filho e confirmando o tempo de duração do voo, calculado em pouco mais de 3h30. "Deus abençoe, bom voo", diz o pai.

Segundo Moisés Verciano dos Santos, tio de Allyson, o sobrinho veio para Mato Grosso na sexta-feira (6) acompanhado da irmã, de um sócio e do piloto do avião. O objetivo da viagem foi comemorar o aniversário da irmã e instalar a franquia de uma loja de açaí em Tangará da Serra. Allyson havia formado em medicina há três anos e estava se especializando em cardiologia.

O acidente

O avião caiu na casa de número 274 da rua Noruega, a cerca de 300 metros do aeroporto Professor Eribelto Manoel Reino, onde pousaria depois de sair de Tangará da Serra. Ninguém que estava na casa se feriu. Não há informações sobre o que causou a queda.

 

 

Fonte: G1 MT