Boa tarde, Segunda Feira 24 de Julho de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Corvo italiano recebe bico de plástico projetado em Sinop

GC Notícias | 12/05/2017 15:40
Caters New

Esse foi o 11º animal a receber uma prótese projetada pelo designer sinopense

A tecnologia de designe em 3 dimensões genuinamente sinopense, atravessou mais uma vez o Oceano Atlântico. O mais recente beneficiado pelos projetos em 3D executados pelo designer Cícero Moraes é um corvo italiano, mais precisamente da cidade de Milão.

A ave chamada de Giada é um hooded crow (corvo encapuzado), de aproximadamente um ano de idade, que perdeu quase 70% da parte superior do bico em um acidente desconhecido. O animal selvagem foi conduzido até o consultório do cirurgião veterinário, Dr. Lorenzo Crosta, que possui uma clínica em Milão especializada no tratamento de aves. Meses antes, Lorenzo havia participado de um evento em São Paulo onde Cícero foi um dos palestrantes. “Meses depois desse evento ele me contatou pedindo um orçamento para a prótese de bico para um corvo”, conta Cícero.

Por e-mail, o designer recebeu a tomografia computadorizada da ave feita na Itália, que serviu de base para a construção da peça. As imagens do exame foram capturadas por Cícero, aplicadas em um programa para criar um modelo em 3 dimensões da face da ave. A partir disso o designer utilizou os padrões de tamanho e formato do bico de outras aves da mesma espécie, formando o desenho perfeito da prótese para o corvo Giada. “Na verdade, a maior dificuldade foi a ansiedade. O animal está do outro lado do Atlântico. Eu tinha a tomografia computadorizada e a esperança de ver isso dar certo. Felizmente, apliquei a metodologia padrão e  fomos bem sucedidos”, comenta Cícero.

O desenho da prótese foi enviado por e-mail para Milão, onde foi impressa com plástico, utilizando a tecnologia de impressoras em 3D. A instalação da prótese foi bem sucedida e dias depois o corvo já estava se alimentando normalmente. Segundo Cícero, essa é a primeira vez no mundo que um corvo recebe uma prótese impressa em 3D.

A primeira de corvo e a 11ª de Cícero. Nos últimos 5 anos o designer tem utilizado os parâmetros de modelagem em 3D que desenvolveu para revelar rostos de personalidades mortas há muitos anos, auxiliar na reconstrução visual de patrimônios históricos e também criar próteses para homens e animais. Entre os bichos, jabuti, arara, tucano, araçari e outros já receberam prósteses projetadas pelo sinopense.

 

Fonte: Jamerson Miléski