Bom dia, Sexta Feira 24 de Novembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Cratera supostamente causada por meteorito em Sinop é falsa

GC Notícias | 14/11/2017 14:16

Foto é de uma erosão registrada no interior de Minas Gerais

Parte da imprensa estadual noticiou nesta terça-feira fotos de uma cratera em meio a uma área de plantio, atribuindo a imagem à queda de um meteorito no município de Sinop. Porém, o enorme buraco trata-se de uma dolina, uma espécie de erosão causada pela dissolução química de rochas calcárias abaixo da superfície, e foi registrado próximo a cidade de Coromandel, em Minas Gerais.

O texto que acompanha as fotos nas redes sociais diz que a cratera havia sido formada por um meteorito que caiu no local e que o Exército Brasileiro já havia, inclusive, isolado a área para a chegada de pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o que não foi confirmado por nenhuma das partes.

O fato real ocorreu no dia 4 de novembro e foi descoberto pelos funcionários da propriedade, que realizavam o plantio de soja na área. O buraco tem mais de 20 metros de diâmetro, o suficiente para engolir uma plantadeira. Pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) já foram até a Fazenda Santa Cruz e Conceição para coletar dados e avaliar as razões do acidente geológico.

 

Fake News

A disseminação de notícias falsas ou boatos, conhecidas como Fake News, tem crescido muito nos últimos tempos, principalmente com o advento das redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas. Elas consistem na distribuição deliberada de desinformação ou boatos via jornal impresso, televisão, rádio, ou ainda online, como nas mídias sociais.

A maioria é escrita muitas vezes com manchetes sensacionalistas, exageradas ou evidentemente falsas para chamar a atenção. O conteúdo intencionalmente enganoso e falso é diferente da sátira ou paródia. Muitas vezes, empregam manchetes atraentes ou inteiramente fabricadas para aumentar o número de leitores, compartilhamento e taxas de clique na Internet.

As notícias falsas também prejudicam a cobertura profissional da imprensa e torna mais difícil para os jornalistas cobrir notícias significativas. Alguns sites chegaram a, erroneamente, confirmar que o fato teria acontecido em Mato Grosso.

Fonte: Redação