Boa noite, Quinta Feira 22 de Agosto de 2019

Geral

Deputados vão intervir na implantação da Central de Hemodiálise

Pacientes renais, que necessitam de terapia substitutiva, são obrigados a se deslocarem até Sinop

Sorriso | 14 de Agosto de 2019 as 09h 42min
Fonte: Katiana Pereira

Foto: Ronaldo Mazza

Parlamentares integrantes da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social estão acompanhando a criação da Central de Hemodiálise no município de Sorriso. Na última sexta-feira (9), os deputados Xuxu Dal Molin (PSC), Dr. João (MDB) e Dr. Eugênio (PSB) participaram de uma reunião na prefeitura para tratar o assunto.

A cidade de Sorriso é desprovida de Unidade Ambulatorial de Hemodiálise e os pacientes renais, que necessitam de terapia renal substitutiva, são obrigados a se deslocarem até Sinop, uma distância de cerca de 85 km, para fazer a diálise, pelo menos três vezes por semana. Dal Molin, que é representante de Sorriso, defende que a implantação da unidade ambulatorial no município trará mais dignidade aos pacientes que necessitam da terapia renal substitutiva.

“Assumimos um papel na Assembleia e fizemos um pacto pela saúde. Temos que nos unir. Sabemos que é importante fortalecer o interior para desafogar a capital. A questão da hemodiálise, ao meu ver, é uma das mais sensíveis da saúde. Essa é uma prioridade número um, colocar a Central para funcionar, e assim estamos fazendo”, disse o deputado Xuxu Dal Molin, durante reunião.

Outro parlamentar que prioriza a criação da Central de Hemodiálise no município é o deputado Dr. João, que é médico nefrologista e conhece de perto a necessidade de investimento nessa área. “A doença renal é muito triste. Quando ouvimos falar daquela senhora, que morreu do nada, se a gente for investigar pode ter certeza que vamos descobrir um doença renal. É uma coisa séria e que mata. Então, eu acompanho essa situação há muito tempo e tenho certeza de que Sorriso vai ter uma excelente clínica. Não porque é do SUS que precisa ser suja, feia. O paciente merece o melhor”, avaliou Dr. João.

O deputado Dr Eugênio, que também é médico, lembrou que o deslocamento para fazer tratamento é outro sofrimento imposto ao paciente renal. “Sabemos que temos muitos desafios pela frente nesta questão. Temos que fazer a descentralização da alta complexidade. É isso que o ministro da Saúde tem dito todas as vezes que vem ao estado. Precisamos depender cada vez menos dos grandes centros.  Na minha região, o Araguaia, as distâncias as serem percorridas são de 600, 800 km, então, é muito sofrimento. É uma luta enorme para realmente sair do papel. Somente com parcerias, união de esforços, iremos vencer essa batalha”, disse o deputado.

O comunicador Airton Martins é um dos pacientes com doença renal crônica que recorre à Central de Hemodiálise de Sinop para fazer o tratamento. “Dia sim, dia não, eu e mais 29 pacientes pegamos uma van, às 3 horas da madrugada, para fazer a diálise. É muito sofrido. Esperamos que os deputados e o governo possam nos ajudar a ter um pouco mais de dignidade no tratamento”, desabafou o cidadão.

O vice-prefeito Gerson Bicego, representante do município, garantiu que a gestão está empenhada para avançar no projeto para o centro de hemodiálise. “Temos trabalhado com afinco para concretizar esse projeto. Sabemos a relevância que tem essa obra para Sorriso e para nossa região”, pontuou.

Para o deputado Xuxu Dal Molin, a implantação do Centro de Hemodiálise é um grande avanço na região. “Não medirei esforços para que possamos ter esse centro de tratamento em Sorriso, o que depender de minhas articulações políticas e de emendas como deputados, terá todo apoio”, assegurou o deputado.

Todos os parlamentares presentes se comprometeram em intervir, junto ao governo do estado e Ministério da Saúde para garantir a implantação da unidade. O projeto arquitetônico já está pronto e a obra deverá ter início no ano que vem.

COMENTARIOS