Boa noite, Terça Feira 11 de Dezembro de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Ex-secretário de Finanças de Leitão é cotado para pasta

GC Notícias | 06/12/2018 11:06
Foto: Só Notícias

Astério Gomes é cogitado para assumir a secretaria de Finanças em mais um remanejamento do staff

A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), prepara mais um remanejamento no primeiro escalão da sua equipe. O governo que começou mantendo a base da equipe da gestão anterior encerra o seu segundo ano com um staff completamente diferente do que começou.

A próxima alteração deve acontecer na secretaria de Finanças. Ivete Mallmann, titular da pasta desde o início da gestão Rosana, deve deixar o cargo. Para o seu lugar, está cotado o ex-secretário de Finanças da prefeitura de Sinop, Astério Gomes.

Gomes foi secretário de Finanças no mandato do ex-prefeito Nilson Leitão (PSDB). Depois, acabou trabalhando como assessor do então presidente da Câmara, Dalton Martini (PP). Sua atuação mais recente foi na comissão técnica do Sinop Futebol Clube e assessor do deputado federal Nilson Leitão (PSDB).

As informações de bastidores dão conta que Ivete será aproveitada na Secretaria de Trânsito, hoje gerida pelo ex-vereador Mauro Garcia (MDB). Ivete já esteve no comando da secretaria no ano de 2014. Ela acabou pedindo para deixar a função, por decisão pessoal. Uma das funções da Ivete como secretária de Trânsito era gerenciar as atividades da Guarda Municipal de Trânsito.

Nessa dança das cadeiras, o atual presidente da Câmara, Ademir Bortoli (MDB), seria convidado a assumir a Secretaria de Indústria e Comércio de Sinop – no momento acumulada pelo secretário de Obras, Daniel Brolese. Ao assumir a pasta, Bortoli se licenciaria da função de vereador, puxando para o legislativo o primeiro suplente da sigla, Mauro Garcia.

No legislativo, Mauro seria uma opção de líder da prefeita. O ex-vereador possui experiência no trato político e nos expedientes do poder legislativo.

 

Secretariado misto

Caso as alterações sejam confirmadas, Rosana terá um secretariado bastante atípico. Bortoli seria o primeiro vereador investido em uma secretaria, algo que parou de acontecer desde que foi instituída a verba de natureza indenizatória – que acrescenta R$ 5 mil por mês para cada vereador.

Dos 9 secretários, 4 foram “importados”. É o caso do procurador jurídico da prefeitura, Ivan Schneider, da secretária de Meio Ambiente Luciane Bertinatto, do ex-secretário de Saúde André Machiro e da secretária de Administração Marilene Savi.

Com a contratação de Astério Gomes, serão 4 pessoas que já integraram o primeiro escalão na gestão Rosana egressos do grupo político adversário: Lucio Silva (secretaria de Obras), Daniel Brolese (Indústria e Comércio + Obras), e Daniel Coutinho (Gerência de Cultura).

Fonte: Jamerson Miléski