Bom dia, Terça Feira 14 de Agosto de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Funeral de ex-servidora é interrompido e deixa família indignada

GC Notícias | 13/04/2018 18:55
Arquivo da família

Corpo de Rosangela Sanches foi levado ao IML

Faltando pouco menos de 3 horas para o sepultamento do corpo de Rosangela Sanches,  peritos do IML (Instituto Médico Legal) interromperam o velório para levar o corpo a necropsia. A interrupção causou revolta nos familiares e amigos da ex-servidora, que tentaram impedir a saída do corpo.

O fato aconteceu por volta das 14 horas, quando os peritos entraram na capela e cessaram o funeral.  De acordo com eles, o Hospital Regional não encaminhou o corpo para a necropsia, procedimento que determina a causa da morte.

O sepultamento de Rosangela foi transferido para sábado, às 18 horas, no Cemitério Municipal.

 

 

 

 

GCNotícias+


Rosangela Sanches, aos 47 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (13) na UTI do Hospital Regional, seis dias depois de sofrer um acidente no cruzamento da Avenida Sibipirunas com Rua das Ciclames no jardim das Primaveras.  A ex-servidora pública pilotava uma motocicleta, quando foi atingida por um veículo.

Rose, como era conhecida, trabalhou por quase dez anos na Prefeitura de Sinop, atuando ao lado do ex-prefeito Juarez Costa e do Deputado Estadual Silvano Amaral (MDB), então Secretário de Finanças. “Ela era pra cima, companheira e uma inestimável profissional” lamentou o deputado.

Juarez Costa, por telefone, também compadeceu  a morte de Rosangela “Sua memória estará sempre presente nos corações dos que tiveram o privilégio de conviver com ela".

Rosangela morou por mais de 30 anos em Sinop e trabalhou ainda na extinta Rádio Capital do Norte, onde conheceu o jornalista Luiz Bohnenberger, com quem teve dois filhos.

O velório da ex-servidora pública acontece no Memorial Luz e Vida e o sepultamento está previsto para as 16h30m no Cemitério Municipal.

Fonte: André Jablonski