Bom dia, Segunda Feira 23 de Abril de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Integrantes do MST fazem ato em rodovia em MT contra a prisão de Lula

GC Notícias | 06/04/2018 15:47
Por cerca de 1 hora, trecho da BR-364 ficou interditado pelos manifestantes
(Foto: Divulgação)
Por cerca de 1 hora, trecho da BR-364 ficou interditado pelos manifestantes

Pista ficou bloqueada por cerca de 1 hora, no município de Jaciara.

Manifestantes sem-terra bloquearam trecho da BR-364, em Jaciara, a 619 km de Sinop, nesta sexta-feira (6), contra a prisão do ex-presidente da República Luis Inácio Lula da Silva. A pista foi interditada às 8h14 e liberada após mais de 1 hora, mas o ato continua. Houve congestionamento de 13 km.

De acordo com a concessionária que administra a rodovia, a manifestação realizada por integrantes do Movimento Sem Terra (MST) é realizada no km 269 e tem a participação de 300 pessoas.

Os manifestantes usam pneus para realizar o bloqueio da pista.

Um dos coordenadores estaduais do MST, Vanderly Scaravelli, a mobilização é contra a prisão do Lula.

"A prisão dele representa um retrocesso. Quem vai perder é o povo brasileiro, comerciantes e trabalhadores. Há um setor minoritário que não quer que a maioria fique bem. Não se trata de combate à corrupção", disse.

Para ele, o ex-presidente tem o direito a recorrer em liberdade da decisão que mandou prendê-lo.

Lula teve a prisão decretada nessa quinta-feira (5) pelo juiz federal Sérgio Moro no caso do triplex em Guarujá (SP).

A pena definida pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) é de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Lula tem até as 17h desta sexta-feira para se apresentar voluntariamente à sede da Polícia Federal em Curitiba, conforme a determinação judicial.

Fonte: G1 MT