Bom dia, Quinta Feira 21 de Junho de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Mais de 100 caminhões são escoltados para abastecer municípios de Mato Grosso

GC Notícias | 30/05/2018 09:25

Cento e dois caminhões foram liberados nas rodovias de Mato Grosso entre segunda e terça-feira (29). Os veículos que fazem o transporte de insumos essenciais foram escoltados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército Brasileiro e as forças de segurança pública estadual.

São dois caminhões vazios (porque ainda vão buscar produtos) e os outros 100 com itens como: grãos, etanol, gasolina, diesel, ração animal, encomenda dos Correios, gás de cozinha, carga viva, explosivo, suínos, carne, entre outros materiais. Há ainda uma força-tarefa para chegar diesel nas usinas termelétricas de Querência e no Distrito de Guariba. 

Até o momento já foram ao todo 26 escoltas, 23 municípios e 35 locais abastecidos. Durante reunião do Comitê de Crise, ocorrida no Palácio Paiaguás, no final da tarde desta terça-feira, foram pontuadas ações da Segurança Pública que estão sendo realizadas no estado.

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques, ressaltou a atuação conjunta dos diversos setores, como secretarias estaduais, sindicatos e Exército Brasileiro.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, destacou que não houve aumento nos índices criminais desde o início da paralisação dos caminhoneiros, que entrou no nono dia. "Na questão segurança pública a situação em Mato Grosso está controlada e todas as viaturas estão abastecidas".

O abastecimento dos automóveis do Corpo de Bombeiros, Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar foi reforçado pelos respectivos representantes das instituições. "Estamos dando apoio ao Exército Brasileiro e garantindo o policiamento nas cidades", disse o subchefe de Estado Maior, coronel PM Delwison Sebastião Maia da Cruz.

A delegada-geral adjunta da Polícia Judiciária Civil, Silvia Pauluzi, pontuou que está sendo ofertado apoio para a segurança e que todos estão de prontidão para dar suporte caso tenha necessidade de ações ostensivas.

De acordo com o tenente-coronel do Exército Luciano Bonomo, reuniões de planejamento das atividades em relação a paralisação estão ocorrendo com frequência. O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Helton Carvalho ressaltou que existe aceitação da maioria dos caminhoneiros para cessar os bloqueios que ainda existem em Mato Grosso.

 

Comitê de Crise

O governador Pedro Taques decretou a criação do Comitê de Crise, no último domingo (27.05), unindo várias secretarias de Estado, demais poderes, prefeituras, órgãos públicos e ramos empresariais para que soluções sejam pensadas em conjunto.

Na segunda-feira (28.05) o Comitê recebeu os presidentes do Tribunal de Justiça, Rui Ramos, da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, os prefeitos de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e de Várzea Grande, Lucimar Campos.

Também participaram da reunião empresas e órgãos do agronegócio, Indea, representantes da Raízem (Shell+Cosan), BR Distribuidora e Ipiranga, Sindalcool, além de representantes dos setores de energia, água e telefonia.

Fonte: Assessoria