Bom dia, Quinta Feira 13 de Dezembro de 2018

Geral

MP dá 15 dias para prefeitura resolver problema de iluminação no Camping Clube

Ação civil pública proposta pelo órgão ainda precisa do aval do judiciário

Sinop | 22 de Fevereiro de 2018 as 17h 03min
Fonte: Redação

 

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso ingressou com ação civil pública, com pedido liminar, contra o município de Sinop, requerendo ao Poder Judiciário que estabeleça o prazo de 15 dias para a administração municipal realizar a prestação regular dos serviços de manutenção da iluminação pública de todas as ruas do bairro Camping Clube. A medida foi adotada após tentativas frustradas no âmbito extrajudicial.

Segundo o Ministério Público, a Concessionária de Energia Elétrica (Energisa) argumenta que não existe contrato firmado com a municipalidade visando a execução dos serviços. O município, por sua vez, alega que por se tratar de loteamento fechado não teria responsabilidade pela manutenção da iluminação pública.

“A omissão do Poder Público Municipal insistindo em não realizar o serviço de manutenção da rede de iluminação pública das ruas do bairro Camping Clube, sob pretexto de não ser de sua responsabilidade, causa graves prejuízos a essa parcela da população, que está exposta a uma grave situação de descaso”, diz a ação.

O MPE argumenta que o bairro citado não se trata de condomínio ou loteamento fechado, mas de loteamento clandestino. Destaca que já existe na localidade a prestação de diversos serviços públicos e cita como exemplo o funcionamento de escola municipal e unidade básica de saúde.

“Mesmo sendo um loteamento clandestino, os munícipes que ali residem tem o direito à prestação dos serviços públicos, inclusive de iluminação pública, caso contrário seriam rebaixados a cidadãos de segunda classe, o que é inadmissível num Estado Democrático de Direito”, finalizou o MPE.

A ação foi proposta no dia 09 de fevereiro pela 3ª Promotoria de Justiça Cível de Sinop.

COMENTARIOS