Boa tarde, Terça Feira 22 de Janeiro de 2019

Geral

Piloto que sobreviveu à queda de avião e ficou perdido em mata recebe alta

Maicon Esteves ficou 4 dias perdido em selva depois que avião caiu e pegou fogo

Mato Grosso | 12 de Dezembro de 2018 as 15h 03min
Fonte: Igor Fernandes - Centro América FM

Maicon sobreviveu após queda de avião Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O piloto paranaense Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, que sobreviveu após uma queda de avião em Mato Grosso, recebeu alta médica nesta quarta-feira (12).

Ele estava internado desde o dia 7 de novembro no Hospital 13 de Maio, em Sorriso, a 420 km de Cuiabá.

Ele estava a bordo de um avião agrícola que caiu e pegou fogo no dia 4 de novembro em uma região de mata fechada em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá.

Maicon segue para Sinop, a 503 km da capital, onde deve ser submetido a mais uma sessão de tratamento das queimaduras. No período da tarde ele pegará um voo para a cidade de Londrina, no Paraná.

A mãe do piloto, Maísa Esteves disse que ele está bem, mas vai precisar de cadeiras de rodas para trocar de avião no momento da conexão de voo. Eles devem chegar ao Paraná às 19h e se encontrar com a família que aguarda no aeroporto.

 

O acidente

Maicon estava sozinho e comandava um avião, modelo Neiva EMB-201, matrícula PT-GSH. Saiu de Porto Nacional (TO) para fazer um translado até Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá, quando sofreu o acidente.

Os destroços do avião foram encontrados por trabalhadores de uma fazenda próxima ao local do acidente, no entanto, não havia sinal do piloto.

Maicon saiu de Porto Nacional em direção a Confresa, a 1.160 km de Cuiabá, onde faria uma parada para abastecer.

De lá, seguiria para Matupá, a 696 km da capital, novamente para fazer um segundo abastecimento, e iria para Alta Floresta.

 

Resgate

O piloto foi encontrado próximo a um rio, bastante debilitado, e levado de ambulância para Peixoto de Azevedo. Ele teria andado 2 km do local da queda do acidente até onde foi localizado.

COMENTARIOS