Boa tarde, Quarta Feira 20 de Setembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Reserva florestal urbana pega fogo

GC Notícias | 31/08/2017 19:03

Fogo se espalhou por cerca de 5 hectares de vegetação

 

Um incêndio florestal de grandes proporções foi registrado na tarde desta quinta-feira (31), em Sinop. A Reserva Florestal R-2 e parte da R-1, localizadas entre os bairros Jardim Paraíso e Jardim Curitiba, queimaram por aproximadamente 3 horas.

O fogo começou por volta das 14 horas. A Brigada de Combate a Incêndios foi acionada para conter as chamas. Quatro brigadistas e 3 bombeiros trabalharam no local na tentativa de minimizar os estragos. O grupo contou com uma pá carregadeira, cedida por uma empresa, e dois caminhões pipas, para fazer o resfriamento da vegetação, além de abafadores e bombas costais.

Uma área de aproximadamente 5 hectares foi atingida pelo fogo. De acordo com um dos brigadistas, os indícios mostram que o incêndio começou no meio da reserva, em um local onde existia antigamente a “bica”, uma espécie de represa artificial no Córrego Nilza, utilizada para o abastecimento dos caminhões pipa da prefeitura. Segundo ele, durante a semana a equipe de combate a incêndios já havia encontrado adolescentes se banhando no local. Possivelmente o fogo desta quinta-feira tenha sido causado por esse grupo.

Para conter o avanço das chamas a Brigada abriu aceiros e utilizou a estratégia do fogo contra fogo – incendiando no sentido contrário para conter o avanço das chamas. Por volta das 17h30 a situação estava controlada, embora ainda houvessem pequenos focos de fogo no local.

Uma densa fumaça se espalhou pelos bairros vizinhos. As Reservas R-1, R-2 e R-3 são áreas urbanas de conservação permanente, frequentemente atingidas pelo fogo na época das secas. A vegetação secundária sofre mais no período de estiagem, ficando bastante seca e vulnerável a qualquer combustão. O tempo seco, calor e ventos contribuem para que, em poucas horas, um pequeno foco de fogo se transforme em um incêndio de grandes proporções.

Em nota a secretaria municipal de Meio Ambiente disse que irá apurar o caso, contabilizar e dimensionar os prejuízos ambientais e buscar punir os responsáveis. 

Fonte: Jamerson Miléski