Boa tarde, Terça Feira 19 de Junho de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Resfriadores enviados pelo Estado estão no barracão da secretaria de Obras

GC Notícias | 27/02/2018 16:24

Equipamentos adquiridos pelo Estado ainda não chegaram até os pequenos produtores

No ano passado a secretaria estadual de Agricultura e Assuntos Fundiários, adquiriu, através do Programa Pró-Leite, uma leva de resfriadores que seriam destinados aos pequenos produtores. Em janeiro desse ano, 5 desses equipamentos foram encaminhados para Sinop, entregues à prefeitura municipal, a quem coube apenas fazer a destinação final. Passados mais de 30 dias, os resfriadores novos estão guardados no antigo armazém da Conab, onde funciona a secretaria municipal de Obras.

De acordo com a Secretaria Estadual de Agricultura Familiar, os resfriadores foram entregues em Sinop ainda no mês de janeiro. Cada equipamento custou R$ 12,7 mil, totalizando um investimento de R$ 63,5 mil. Os resfriadores são equipamentos essenciais para o fomento da bacia leiteira. Pequenos produtores, que não possuem condições de adquirir seus próprios resfriadores, conseguem através desses equipamentos de uso comunitário operar na atividade e agregar valor ao preço final. Laticínios priorizam a compra de leite de produtores que possuem resfriadores.

Mas para que esses equipamentos cheguem ao seu destino final e cumpram com o objetivo de fomentar a atividade dos pequenos produtores, é preciso que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Sinop faça a entrega. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, isso ainda não ocorreu por questões burocráticas. “Os resfriadores ainda não foram entregues porque foi solicitado, aos beneficiários, documentação para que seja feito o Termo de Comodato”, explicou em nota.

A secretaria pretende fazer a entrega de todos os 5 resfriadores de uma só vez. No entanto, alguns dos produtores que receberão o equipamento ainda não apresentaram a documentação necessária.

O destino dos resfriadores foi decidido pelo conselho de desenvolvimento (composto por várias associações da Gleba, Embrapa, Empaer, Banco do Brasil, etc). Quatro resfriadores irão para a Gleba Mercedes e um para a comunidade Selene.

A secretaria acredita que fará a entrega dos resfriadores até a primeira quinzena de março.

Fonte: Jamerson Miléski