Boa noite, Segunda Feira 17 de Junho de 2019

Geral

Sine-Sinop prepara Caça ao Trabalhador para preencher vagas ociosas do mercado formal

Baixa qualificação dificulta contratação de empregados e deixa quadro de vagas em aberto

Empregabilidade | 12 de Fevereiro de 2019 as 15h 29min
Fonte: Luciano André / Assessoria da Prefeitura

Foto: Assessoria da Prefeitura

Nova metodologia de trabalho implementada pelo Serviço Nacional de Emprego (SINE-Sinop) deve aproximar empregadores e candidatos que ainda se encontram desempregados e facilitar a inserção de profissionais diversos no mercado formal. A iniciativa é pioneira e resulta de uma estratégia para preenchimento de vagas que, diante da baixa qualificação dos candidatos, permanecem abertas. Em Sinop, conforme já identificou o Serviço, sobram vagas de emprego, pois, nem sempre, o candidato atende às exigências.

Conforme explica a coordenadora da unidade, Débora Malagutti, a nova ação consiste em atualizar, inicialmente, todo o banco de cadastro de candidatos (desempregados) e, posteriormente, realizar a interlocução direta com estas pessoas. Isto é, contatá-las mediante o surgimento ou a ocorrência de vagas que tenham o mesmo perfil ofertado. O trâmite difere da forma tradicional como o Serviço atua: é o candidato que procura o SINE em busca do balcão de emprego e, só a partir de então, é que o SINE, de acordo com o perfil, direciona-o às empresas. Isto é, não há o acionamento do candidato pelo Serviço.

Malagutti explica que, com o novo trabalho, ampliam-se as chances de inserção do cidadão no mercado. “Ao longo desses dois últimos anos, nós trabalhamos muitas parcerias (Senai, CIEE e instituições privadas) para oferecer, de forma gratuita, qualificação para os candidatos mas, ainda assim, encontramos dificuldade de preenchimento de vagas que buscam mão de obra qualificada, por isso, criamos essa nova ferramenta em que iremos em busca do perfil que o empregador necessita”, ilustra a coordenadora salientando, ainda, apesar da interlocução, o candidato não deve deixar de procurar regularmente o SINE e o balcão com postos em oferta, “ficando, apenas, à espera de uma ligação do SINE, informando sobre o surgimento de alguma vaga”, conta Débora.

Conforme a Débora, a atualização cadastral pode ser feita a partir dessa quarta-feira, 13. Ela pede que as pessoas que ainda estejam desempregadas, mas que tenham o nome na lista de cadastro do SINE, procurem o órgão, localizado no Ganha Tempo (avenida das Acácias, 280, jd. Botânico – em frente a igreja Todos os Santos), das 08h às 18h, para realizar a atualização cadastral.

No final de 2018, o Sine de Sinop se destacou entre as demais unidades do Estado figurando em primeiro lugar no número de vagas captadas e na segunda quanto ao número de atendimentos. Isso, na comparação com os dois postos de Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis (outubro de 2018).

Mesmo sendo destaque, as dificuldades para inserção de candidatos no mercado de trabalho formal continuam. Segundo Malagutti, das 271 vagas captadas durante o mês de janeiro de 2019, apenas 73 conseguiram ser preenchidas. Um número bastante preocupante diante do atual cenário. “Nós fizemos 1.107 encaminhamentos para as 271 vagas e conseguimos preencher apenas as 73. Então, emprego tem, o que não temos é qualificação profissional para preencher as vagas ofertadas”, finaliza a coordenadora ao enfatizar que é importante manter atualizados os números de telefone e endereço de e-mail válido.

COMENTARIOS