Boa tarde, Segunda Feira 25 de Março de 2019

Notícias dos Poderes

1 milhão de BTU’s

| 01 de Março de 2019 as 10h 33min

No final de janeiro, um artigo irreverente assinado pelo colunista do GC Notícias, Jamerson Miléski, comentou os gastos com energia elétrica no Fórum da Comarca de Sinop. No texto, nosso articulista faz um paralelo irônico entre as pesadas vestes comuns aos operadores do Direito e o custo com ar condicionado para preservar o conforto com tais vestimentas.

O assunto continua “quente”. Nessa sexta-feira (1), a Procuradoria Geral de Justiça de Mato Grosso publicou o resultado da licitação (pregão eletrônico 008/2019), para contratar o serviço de manutenção do sistema de ar condicionado de 3 unidades do Ministério Público. Uma licitação corriqueira, mas que nos revelou a “potência” do sistema de refrigeração que refresca a mente e o corpo dos nossos digníssimos promotores.

O prédio do Ministério Público de Sinop possui não um, mas 3 sistemas de ar condicionado centrais. Juntos eles tem uma potência de 996 mil BTU’s. Isso equivale a 110 aparelhos de ar condicionado, daqueles de 9 mil BTU’s, que, com sorte, você tem em casa, caro leitor.

A licitação de agora não demonstra o custo para adquirir esse equipamento ou para manter ele ligado. O serviço contratado no momento é apenas a manutenção corriqueira: uma limpeza nos aparelhos evaporadores, uma troca de fusível, uma carga de gás... nada muito além disso. Para tal, o Ministério Público de Sinop vai gastar R$ 5,5 mil por mês – cerca de R$ 66,3 mil por ano.

Se fosse na iniciativa privada daria para comprar 55 novos aparelhos de ar condicionado por ano.

COMENTARIOS