Bom dia, Sábado 24 de Junho de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Argumento curioso

GC Notícias | 27/05/2015 18:09

A promotora de justiça do Estado, Audrey Ility, está movendo uma ação, no valor de R$ 6 mil contra o prefeito de Sinop, Juarez Costa. Até ai, nenhuma novidade. O motivo são as fotos do gestor espalhadas nas repartições públicas, velha prática dos políticos eleitos Brasil a fora, mas que para a promotora não é aceitável. Até ai questionável, mas compreensível.

Curioso mesmo foi um dos argumentos utilizados pela promotora. Segundo Audrey, as fotos do prefeito, fixadas nos postos de saúde, massificam a imagem do gestor, uma vez que a população fica um longo tempo de espera nas unidades de saúde aguardando o atendimento e olhando para o retrato.

Sério? A maioria dos postos de saúde de Sinop tem TV na sala de espera. Entre o rosto do prefeito ou de qualquer ator global, pra quem será que o povo vai ficar olhando. Além disso, será que realmente é positivo ver a cara do prefeito por “horas” aguardando o atendimento? Desconfio que a foto de Juarez é bastante xingada nos postos de saúde.

Mas indo pelo princípio do marketing, de que quem é visto é lembrado. Digamos que de fato o quadrinho nas repartições públicas de fato fixe a imagem de Juarez, será eficaz o suficiente para que este efeito dure 2 anos após o final do seu mandato?

Sim, porque até onde sabemos, Juarez não será candidato a vereador em 2016 e, portanto, só retorna aos disputas eleitorais em 2018.

Podemos até concordar que o gasto com fotos não seja algo prioritário, mas não pode estas razões.