Boa tarde, Sexta Feira 19 de Outubro de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Cantinho da oposição

GC Notícias | 27/09/2018 11:39

Especulações dão conta que o vereador de Sinop, Luciano Chitolina (PSDB), foi informalmente sondado para assumir a secretaria de Desenvolvimento Econômico do município – a antiga secretaria de Indústria, Comércio e Turismo. Chitolina faz parte do grupo político adversário da prefeita Rosana Martinelli (PR), exatamente como o atual titular da pasta, Daniel Brolese. A diferença é que Chitolina tem um mandato de vereador. Ambos são empresários e calouros na vida pública. Brolese tem um pé na indústria, enquanto Chitolina tem mais estrada no comércio – é um varejista e ocupou a presidência da CDL Sinop. Além de manter a mescla da gestão Rosana Martinelli, que balanceia herdados do governo Juarez Costa com ex-opositores, a condução de Chitolina à secretaria mudaria o quadro da Câmara, conduzindo o suplente Célio Garcia (DEM), para cadeira hoje ocupada pelo PSDB.

Para além do jogo e da manobra de peças, tem o efeito prático. Brolese está longe de ter uma gestão laureada na secretaria de Desenvolvimento. Nesses 21 meses de atuação ele mal mexeu nos dois Loteamentos Industriais e Comerciais, que são a principal razão da pasta continuar existindo. Com exceção da polêmica dos vendedores ambulantes e de transformar os ginásios municipais em “puxadinhos” da informalidade, não há muito o que falar desse secretário. Ainda assim, quando a secretaria de Obras perdeu seu titular, Brolese foi o escolhido para acumular a pasta.

Chitolina, dono da empresa Oxigênio Sinop, poderia oxigenar a secretaria de Desenvolvimento – com o perdão do jogo de palavras. Ocupar uma função de gerência no executivo municipal seria uma ótima forma desse aspirante na política fazer valer o seu mote de campanha. Na eleição de 2016 Chitolina utilizava o bordão “A vez da competência” – em um ataque direto aos candidatos que se alçam à cargos públicos sem o devido preparo. Não há lugar melhor para começar a mostrar competência do que em uma secretaria.

Chitolina disse que tem compromisso até o final da campanha. Se o convite continuar em pé depois do dia 7 de outubro, ele pode avaliar a proposta de emprego, ocupando assim o cantinho da oposição na gestão de Rosana.