Bom dia, Quinta Feira 22 de Junho de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Comentando a Nota do MP

GC Notícias | 23/04/2015 16:17

Recebemos na manhã desta quinta-feira (23), uma Nota de Resposta do Ministério Público com relação ao comentário aqui postado, referente aos gastos com água na sede da promotoria de justiça de Sinop. Ela está postada aqui conforme foi recebida.

Vale frisar que esta é uma das poucas vezes que somos respondidos pelo Ministério Público de Sinop. Sobre o fato, ficamos com cara de bobos. Seria mais simples admitir um erro de cálculo matemático. Seria.

No entanto, nossa conta do consumo foi feita com base na mesma fórmula enviada pelo MP em sua nota. Tomamos como base os valores de referência que estavam no site da Águas de Sinop, em uma simples e clara tabela que distingue os valores das tarifas sociais, residenciais, comerciais, industriais e públicas. Quando recebemos a nota, voltamos a acessar aquela mesma página, para refazer a conta. A conta não batia. Felizmente tínhamos um ‘print’ do dia a que matéria foi feita. O valor de referência da tarifa era outro.

Entramos em contato com a Águas de Sinop e a empresa informou que não houve alteração na tabela disposta na internet. Ou seja, estamos errados, embora há 25 dias, quando o comentário foi postado estávamos certos.

Sem mais, corrigimos o erro e pedimos desculpas ao MP. Por fim, deixamos aqui o lembrete: nessa tabela, disposta no site da Águas de Sinop, a tarifa mais cara de todas é a do setor Público – R$ 9,62 o metro cúbico. Só para fins de comparação a tarifa teto para residencial é de R$ 5,86, para comercial de R$ 6,67 e para industrial também R$ 6,67.

O Ministério Público consome, com a conta ajustada a tabela, 2.363 litros de água por dia.