Bom dia, Sábado 24 de Junho de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Defesa nova

GC Notícias | 23/03/2017 09:30

Um novo advogado de Silval vindo de Brasília visitou o Ministério Público Estadual, em Cuiabá, e se reuniu com a promotora Ana Cristina Bardusco Silva e ainda os delegados da Polícia Civil que participam da "Operação Sodoma". Anteriormente, o ex-governador tinha na defesa nas ações no STJ e STF famoso advogado Antônio Carlos de Almeida, o "Kakay", que deve ser substituído.

Em nível estadual, ele era defendido por Válber Mello e Ulisses Rabaneda, que ainda não sabem se continuarão em caso de delação. Na conversa no MPE, os promotores e delegados teriam proposto que o ex-governador devolvesse R$ 250 milhões pelos supostos desvios.

Além de fechar um acordo com o MPE, Silval também trata de uma colaboração premiada junto a Procuradoria Geral da República. Nos bastidores, comenta-se que ele terá como "alvo predileto" o atual ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi (PP), de quem foi vice e herdou o Palácio Paiaguás com uma série de compromissos para serem cumpridos.

Além de Maggi, Silval deve comprometer outros poderes. Um deles, por exemplo, será a Assembleia Legislativa.