Bom dia, Domingo 17 de Novembro de 2019

Notícias dos Poderes

Derrubar os radares com voto

| 04 de Novembro de 2019 as 16h 50min

Com a notícia de que mais de 12 mil multas foram expedidas no primeiro mês de funcionamento “pra valer” dos radares, o assunto tomou conta do grande expediente na sessão da Câmara de Sinop desta segunda-feira (4). O posicionamento mais agudo foi do vereador Lindomar Guida (MDB). Em sessões passadas – e também nesta – o vereador quase que sugeriu que a população “resolva” o problema derrubando os equipamentos, como chegou a ser feito em um dos radares instalados na Avenida Alexandre Ferronatto. Mas essa não foi a posição mais aguda.

Em um discurso gritado, Lindomar propôs que a Câmara reprove todos os projetos de lei da prefeitura de Sinop até que os radares sejam retirados. A ideia é forçar o executivo municipal a desistir do seu sistema de monitoramento de trânsito engessando a máquina pública. É praticamente um “terrorismo” legislativo. Algo que dificilmente vai acontecer, mas se acontecesse...

O efeito seria imediato! Até o final desse mês a Câmara precisa aprovar o orçamento para 2020. Se a maioria dos vereadores embarcassem na ideia de Lindomar, bastava reprovar esse projeto para instalar o caos. A gestão ficaria sem uma lei orçamentária para operar no próximo ano. Se a LOA não for suficiente, ainda tem as contas de gestão da prefeita, os remanejamentos legais e créditos adicionais, além de qualquer outro dispositivo legal que a prefeitura precisa para fazer sua gestão – e que só tem validade se forem aprovados pela Câmara.

A proposta de Lindomar é sim um terrorismo, mas funcionaria.

COMENTARIOS