Bom dia, Sexta Feira 24 de Novembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Leitão, articulador da escravidão

GC Notícias | 25/10/2017 16:59

O deputado federal que tem sua base eleitoral em Sinop, Nilson Leitão (PSDB) é o articulador da polêmica portaria do Ministério do Trabalho, que dificulta o combate ao trabalho escravo no Brasil. A denúncia é da Revista Veja, que, em sua edição desta semana, explica as "transações" entre o deputado e o Palácio do Planalto para efetivar a medida.

"Leitão comanda um colegiado de 230 deputados. Temer sempre fez questão de bajular os ruralistas. Na posse de Leitão [na presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária], o presidente anunciou a intenção de 'simplificar' e 'desburocratizar' a legislação. O tema se tornou moeda de troca. Tanto que Leitão intensificou suas visitas ao palácio. Foram pelo menos três reuniões com Temer e técnicos do Planalto para tratar do assunto", diz a reportagem.

Segundo a publicação, na semana passada, Leitão pediu que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), intercedesse junto a Temer para que a portaria fosse publicada antes da votação da denúncia [de obstrução da Justiça e de formação de quadrilha] contra o presidente. "O Nilson Leitão colocou essa portaria como prioridade", diz Veja.

Na sua base eleitoral, em Sinop, mas principalmente nas cidades menores que integram a região, trabalho em condições análogas a escravidão ainda é uma realidade bastante presente. Nilson, que emergiu na política como uma liderança jovem, que militava pelos menos favorecidos, hoje, no alto da sua influência articula para que o Brasil tenha leis que prejudiquem aqueles com menos capacidade de se autodefender.