Boa noite, Segunda Feira 10 de Dezembro de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Pedro Taques, um dissimulado

GC Notícias | 12/12/2017 14:40

Nesta segunda-feira (12), este curto vídeo que publicamos aqui embaixo começou a correr pelas redes sociais. Nele, o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), aparece instantes antes do início de uma coletiva de imprensa, realizada na cidade de Rondonópolis, motivada pela tal “caravana da transformação”, slogan propagandista que agrupa as parcas ações do governador. Sereno, Taques chama um dos 125 jornalistas que fazem parte do Gabinete de Comunicação do Estado e lhe dá uma ordem: “Pede para alguém perguntar se eu conheço uma obra do Silval aqui”. Instantes depois, com a coletiva iniciada, “aparece” por acaso um “jornalista” perguntando se o governador, em suas andanças pela caravana, viu alguma obra do ex-governador Silval Barbosa em Rondonópolis.

Muitas pessoas que viram o vídeo ficaram surpresas com o “flagra”. Nós do GC Notícias não. O próprio colunista Jamerson Miléski, já havia relatado em um artigo (clique aqui), como opera esse “Ministério da Propaganda” de Pedro Taques, que utiliza de dinheiro pesado (R$ 61 milhões) para comprar a simpatia dos veículos de comunicação e utiliza a sua estrutura de jornalistas para direcionar todas as coletivas de imprensa que o governador concede. Em suma, se você viu Taques na TV ou ouviu na rádio, ele estará falando exatamente aquilo que gostaria de falar.

Essa manobra não é exceção. Esse é o expediente normal de Taques. Basta ver o vídeo. Mesmo com os microfones sobre a mesa e cercado de pessoas, o governador não faz qualquer cerimonia para dar a ordem ao seu jornalista. É tão habitual que Taques nem se preocupa mais em esconder.

Agora, oque nos surpreende é o quanto o atual governador de Mato Grosso é dissimulado. Assim que a pergunta é feita, Taques finge uma surpresa, dá uma volta dizendo que não podemos ficar presos ao passado, fingindo que não queria entrar nesse tipo de assunto. Cara de pau! Foi ele que pediu a pergunta. E termina dizendo exatamente o que ele queria: não tem obra do Silval aqui.

Quem mente dessa forma e, principalmente, com essa habilidade, não tem direito ao benefício da dúvida. Para todos os fins, a partir de agora o que Taques falar é, em um primeiro momento, mentira. Só será verdade depois que conseguir provar.

Como já havia ilustrado nosso colunista em seu artigo, Taques não tem projeto de governo, tem um plano de poder.

Vejam o vídeo.