Bom dia, Terça Feira 18 de Dezembro de 2018

Notícias dos Poderes

Todo mundo quer ser deputado

| 16 de Julho de 2018 as 17h 13min

Quem ainda não laçou sua pré-candidatura a deputado em Sinop, coloca o dedo aqui! Pela primeira vez na história, o município tem mais pré-candidatos que vereadores eleitos na Câmara. Somando os concorrentes a deputado Estadual e deputado federal, são pelo menos 20 pré-candidatos, deixando o atual deputado federal, Nilson Leitão (PSDB), de fora da contagem – já que ele tem se apresentado como pré-candidato ao Senado.

Provavelmente, nesse comentário político que versa sobre a exorbitância de pré-candidatos em uma mesma cidade do interior, o GC Notícias vai acabar deixando alguém de fora. Para os aspirantes esquecidos, fica o pedido antecipado de desculpas e a reflexão: se um site de notícias não consegue lembrar da sua candidatura, imagine o eleitor?

Pois bem. Hoje Sinop tem 3 deputados estaduais eleitos. Estamos falando do membro da família Dal’Bosco, Dilmar Dal’Bosco (DEM), do ex-secretário de Finanças de Sinop, Silvano Amaral (MDB) e do ex-vereador, radialista e secretário estadual de esportes, Baiano Filho (PSDB). Algumas pessoas dizem que Baiano não entra mais na conta dos candidatos de Sinop. Aliás, o próprio PSDB de Sinop parece ter essa impressão. Ao anunciar seus pré-candidatos no município, o tucanato mostrou Ícaro Severo e Adenilson Rocha como opções para estadual, Dilmair para Federal e, Baiano... bom, ou faz parte de outra base eleitoral ou de outro partido, estando apenas de passagem pela sigla.

Fato similar acontece com Silvano Amaral (MDB). Eleito deputado em 2014, Silvano é candidato natural a reeleição. Mas, dentro do seu grupo em Sinop, há 4 outros pré-candidatos: o presidente da Câmara, Ademir Bortolli (MDB), o piloto de motocross Gilmar Flores, o Joaninha (MDB), o vereador Hedvaldo Costa (PR), e a vereadora, Professora Branca (PR).

A disputa para deputado federal poderia estar menos poluída se não fosse pelo NOVO. O partido está trabalhando com 9 pré-candidatos em Sinop, todos a federal. A lista tem Andrea Adorno, Eduardo Dossa, Feliciano Azuaga, Juliana Lobo, Marcos Fernandes, Vanessa Tomizawa, Emerson Ribeiro, Marcelo Garcia e Roberta Lange. Nós do GC Notícias só sabemos disso porquê um membro do partido NOVO nos enviou. Segundo ele, na reta final a sigla pode optar por lançar um ou todos. Não há uma restrição. O ex-prefeito de Sinop, Juarez Costa (MDB), e o vereador Dilmair Callegaro (PSDB), fecham a lista, por enquanto.

Esse número exagerado de pré-candidatos é um fato novo na política de Sinop. Até pouco tempo as lideranças locais buscavam reduzir o número de candidaturas para não fatiar o eleitorado. A ideia era de que, se existirem um ou dois candidatos com sua base em Sinop, aumenta as chances de que o município tenha ao menos um representante. Essa visão coletivista não parece mais fazer parte do raciocínio político local. Ou as eleições 2018 em Sinop serão mais plurais, ou teremos uma derrocada de pré-candidaturas quando a campanha começar de verdade.

Caso isso aconteça eleitor, a nossa sugestão é que pense bem em quem vai pré-apoiar, porque, no fim das contas, pode ser que você esteja gastando seu ideal político apenas para valorizar o passe de um jogador que sequer pretende entrar em campo, e que vai entregar a partida para alguém antes do jogo começar.

 

COMENTARIOS