Bom dia, Sexta Feira 24 de Novembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

40 policiais reforçam segurança em rodovia em MT onde índios cobram pedágio

GC Notícias | 19/04/2017 09:58
(Foto: PRF-MT)

Indígenas fazem pedágios em trechos da BR-070 em Primavera do Leste

Pelo terceiro dia, indígenas fazem bloqueios e pedágios na BR-070, em Primavera do Leste, a 707 km de Sinop. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) os pedágios ocorrem com intervalos e a maioria dos indígenas é da etnia Xavante. Quarenta policiais rodoviários de Goiás, Distrito Federal, Cuiabá e outras cidades mato-grossenses reforçam a segurança no trecho.

Segundo a PRF, os pedágios, com valores de até R$ 50, começaram na segunda-feira (17) e voltaram a ser feitos nesta terça-feira (18). Os pedágios já foram registrados entre o km 200 até o km 270. Os indígenas alegam que precisam do dinheiro para ser aplicado nas aldeias. São aproximadamente 40 aldeias na região de Primavera do Leste.

“Estamos com oito equipes [de policiais rodoviários] no trecho. Estão acontecendo alguns bloqueios, mas a rodovia está liberada. Entramos em contato com os caciques [das aldeias], que disseram que [os pedágios] não são apoiados por nenhuma liderança indígena. Alguns indígenas se aproveitam desse protesto para fazer cobranças de pedágio para um dinheiro que não vai para a aldeia”, disse o policial rodoviário Erivelton Gomes.

Os policiais rodoviários fazem patrulhas na rodovia e liberam os trechos onde encontram os pedágios e bloqueios. “Eles fazem pedágios esporádicos, ficam cinco a dez minutos no trecho e vão para outro [trecho]. Quando encontramos um bloqueio eles correm e se escondem. Caso alguém passe por essa rodovia e tenha que pagar o pedágio, deve nos procurar no posto da PRF para fazer um boletim de ocorrência”, orientou o PRF. O posto policial fica no km 287, na entrada da cidade de Primavera do Leste.

A situação é acompanhada por representantes do Ministério Público Federal (MPF) e membros da Fundação Nacional do Índio (Funai). Os pedágios devem ocorrer durante toda a semana, já que os indígenas alegam fazer uma comemoração ao Dia do Índio, na quarta-feira (19). 

Fonte: G1 MT