Boa noite, Quarta Feira 16 de Janeiro de 2019

Polícia

Funcionária foi cúmplice do roubo de iPhones em Sinop, diz polícia

Funcionária aparece colocando os aparelhos em uma mochila entregue pelo ladrão

Investigação | 09 de Maio de 2018 as 18h 00min
Fonte: André Jablonski

Acusada do crime | Reprodução circuito de segurança

A funcionária da loja de iPhones roubada na manhã de ontem (08), na Avenida Julio Campos, foi presa pela Polícia Civil acusada de participar do crime. De acordo com a DERF (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos), a estudante de direito, de 22 anos, tinha a pretensão de desbloquear os aparelhos com ajuda do irmão dela, de 30 anos, que também foi preso.

A prisão da funcionária aconteceu depois da polícia prender o autor do roubo, horas depois do crime.  Ele entrou na loja armado e entregou uma mochila para a cúmplice colocar os aparelhos, enquanto apontava a arma para os colegas da jovem.

Os smartphones e tablets, avaliados em R$ 200 mil, não foram encontrados com os acusados. Eles contaram a polícia que repassaram os aparelhos para criminosos.

A investigação da polícia prossegue na tentativa de prender os receptadores.

COMENTARIOS