Bom dia, Terça Feira 17 de Outubro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Homem suspeito de atropelar e matar travesti que recusou programa é preso em MT

GC Notícias | 04/10/2017 10:12
Natalia Pimentel, como era conhecida, foi atropelada e morta em julho deste ano
(Foto: Facebook/Reprodução)
Natalia Pimentel, como era conhecida, foi atropelada e morta em julho deste ano

Travesti foi atropelada ao negar fazer um programa por R$ 17 com o suspeito

Um homem foi preso nessa terça-feira (3) suspeito de ter atropelado e matado a travesti Natália Pimentel, de 22 anos, em um ponto de prostituição em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá a 469 km de Sinop, em julho deste ano. Segundo a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Thiago Marques Tapajós, de 28 anos, atropelou Natália depois que ela e uma amiga se negaram a fazer um programa de R$ 17 com ele.

O atropelamento foi registrado por câmeras de segurança de um estabelecimento. O crime ocorreu na região conhecida como Zero KM, em Várzea Grande. Thiago foi identificado e teve a prisão temporária, de 30 dias, decretada pela Justiça.

De acordo com a DHPP, Thiago foi localizado em casa, no Residencial Francisca Loureiro Borba, no Bairro Osmar Cabral, em Cuiabá. O suspeito foi reconhecido por duas testemunhas que presenciaram o atropelamento.

No dia do atropelamento, Natália e uma outra travesti estavam na rua esperando por clientes para programa sexual, quando foram abordadas por um homem em um veículo Gol, por volta das 7h30.

A travesti não aceitou a proposta do suspeito e saiu do local, seguindo para outra esquina junto a sua colega. Thiago acelerou o carro e atropelou de forma intencional a vítima, fugindo em seguida, sem prestar socorro. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 25 julho, em decorrência do atropelamento.

Nas imagens das câmeras de segurança, Natália e amiga aparecem caminhando na rua, quando param e hesitam. Em seguida, é possível ver o carro avançando e atropelando a vítima. Ela é arremessada e jogada no chão. Depois disso a amiga corre para tentar ajudar.

Fonte: G1 MT