Boa noite, Quarta Feira 16 de Janeiro de 2019

Polícia

Justiça condena jovem a 22 anos de prisão pelo latrocínio de chacareiro em Sinop

Defensoria Pública ingressou com recurso no Tribunal de Justiça contestando a condenação

Justiça | 17 de Abril de 2018 as 16h 07min
Fonte: André Jablonski

Corpo da vítima foi encontrador por moradores na manhã seguinte | Foto: GC Notícias

Seis meses depois de ter desferido golpes de faca e de machado em Joaquin Palhão, de 69 anos, e arrastar o corpo do chacareiro ainda vivo para a cozinha, Lucas Matheus Da Silva Santos, de 18 anos, foi sentenciado a 22 anos e 6 meses de prisão em regime fechado.  A defesa do condenado irá recorrer a decisão. 

Lucas assumiu participação no crime, mas culpou o comparsa de matar o chacareiro. Ele contou a Juíza Débora Pain, que naquela madrugada (31), furtou vários objetos do condomínio de chácaras ao lado do comparsa com pretensão de carregar no veículo Ford Pampa da vítima. Segundo o condenado, o comparsa acordou o chacareiro e pediu uma lanterna, alegando estar com o carro quebrado na rodovia. 

Joaquim teria percebido a má intenção e correu para pedir ajuda, quando foi golpeado com um machado nas costas e esfaqueado.  Lucas alegou que não planejava matar o chacareiro e fugiu ao ver o ataque contra o idoso. 

A Justiça desqualificou a versão da fuga de Lucas e o sentenciou como autor do latrocínio.

O comparsa continua apreendido no Centro Socioeducativo de Sinop.

COMENTARIOS