Bom dia, Sexta Feira 17 de Agosto de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Meninas tentam salvar irmã de 5 anos de afogamento e as 3 morrem afogadas em MT

GC Notícias | 06/08/2018 08:24
Local do afogamento
(Foto: Polícia Militar de MT)
Local do afogamento

Quatro irmãs se afogaram no rio, três delas morreram e o pai conseguiu salvar a caçula

 

Três crianças, de 9, 10 e 13 anos, morreram afogadas no Rio São João nesse domingo (5), em Nova Bandeirantes, a 535 km de Sinop.

De acordo com a Polícia Militar, a irmã caçula delas, de 5 anos, foi a primeira que se afogou. As três vítimas morreram afogadas tentaram salvá-la, mas morreram afogadas.

Segundo a PM, os pais e as crianças tomavam banho na região conhecida como Prainha. O local é frequentemente usado por moradores para momentos de lazer nos finais de semana.

As testemunhas disseram que a menina de 5 anos começou a se afogar e as mais velhas tentaram salvá-la. No entanto, nenhuma delas conseguiu retornar à superfície e o pai delas conseguiu salvar a caçula.

Ele ainda tentou salvar as outras filhas, mas não conseguiu pela dificuldade. O local do afogamento tem aproximadamente 4 metros de profundidade e é uma espécie de 'poço'.

Os bombeiros dessa região foram chamados para o resgate mas, durante o trajeto, receberam a informação que os corpos já foram encontrados.

A cidade de Nova Bandeirantes não conta com uma equipe de bombeiros. O quartel mais próximo fica em Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá.

Resgate

Um pescador se ofereceu para encontrar as vítimas no rio enquanto uma ambulância da cidade não chegava. Depois de 30 minutos, o primeiro corpo foi encontrado. Tratava-se da menina de 9 anos. Dois policiais militares fizeram massagem cardíaca, mas a menina já estava morta.

No segundo mergulho, o pescador encontrou o corpo da segunda criança, de 11 anos. Da mesma forma, os policiais tentaram fazer os primeiros socorros. Naquele momento a ambulância e a enfermeira já estavam no rio.

A menina recebeu atendimento, mas também teve a morte atestada pelos socorristas. A terceira criança, de 13 anos, também foi encontrada desacordada. Ela recebeu procedimentos de reanimação, mas morreu.

Fonte: G1 MT