Boa tarde, Segunda Feira 15 de Julho de 2019

Polícia

Polícia tem duas linhas de investigação sobre a morte de empresário em Sinop

O empresário foi morto com tiros a queima-roupa, em frente ao próprio estabelecimento

Investigação | 12 de Setembro de 2018 as 17h 15min
Fonte: André Jablonski

Vítima do crime | Foto: Arquivo pessoal

A prisão de um dos suspeitos de assassinar o empresário Claudiomir Scartezine, de 55 anos, na última quarta-feira (05), levou os investigadores da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoas) a seguir duas linhas de investigação. O homem, de 25 anos, preso ontem à tarde, confessou a participação no assassinato, no entanto, ficou em silêncio sobre a motivação do crime.

O GC Notícias mantém contato com uma fonte do núcleo de investigação da polícia. Segundo essa fonte, a polícia suspeita que o comerciante se negou pagar a mensalidade de R$ 200,00 para uma facção criminosa.  Os membros desta facção garantiriam a segurança contra roubos e furtos no estabelecimento.

Outra linha de investigação da polícia é um desacordo comercial.  Claudiomir interviu na negociação de um veículo entre um familiar e o suspeito. O crime poderia ter sido encomendado pelo negociante.  

A polícia continua em diligências para prender o comparsa do suspeito detido.

COMENTARIOS