Boa tarde, Segunda Feira 16 de Julho de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Suspeito de abusar de 3 irmãs ameaça vítima por telefone enquanto ela registrava BO na delegacia em MT

GC Notícias | 29/03/2018 09:01
Imagem ilustrativa

Idoso de 65 anos, que é tio da mãe das vítimas, confessou os abusos sexuais que começaram há cerca d

Um idoso de 65 anos foi preso suspeito de estuprar três irmãs, de 7, 11 e 14 anos, em Cáceres, a 696 km de Sinop. Quando a vítima de 14 anos registrava um boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso do município, Mariano Alves dos Santos, telefonou para ela e a ameaçou caso o denunciasse.

A polícia então o prendeu por ameaça, no dia 23 deste mês, mas o caso foi divulgado nessa terça-feira (27), depois que ele teve o mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável, cumprido. A polícia foi até a cadeia do município, onde ele está preso, para cumprir o mandado.

Durante a ligação telefônica em que ameaça a vítima, o homem disse que estava na porta da casa dela. Ele não sabia, no entanto, que ela já estava na delegacia e que a polícia estava acompanhando o telefonema.

O suspeito é tio da mãe das vítimas, que o chamam de tio, de acordo com a Polícia Civil.

Em depoimento à polícia, o idoso contou que mora em um sítio, na zona rural de Cáceres, e vai com frequência para a cidade, ficando na casa da mãe das garotas, a qual a ajudava financeiramente.

Ele também confessou ter mantido relação sexual com as vítimas de 14 e 11 anos e ter praticado atos libidinosos na criança de 7 anos.

Também declarou que chegou a dormir na cama de uma das meninas, nas ocasiões que estava na casa delas.

Ele contou que os abusos com menina de 11 anos começaram há dois anos e o último teria ocorrido no dia 18 de março, depois de ter levado a menina para o sítio.

O idoso ainda disse que abusa da vítima de 14 anos desde que ela tinha 10 anos.

A Polícia Civil investiga suposta conivência da mãe das vítimas, que, além das três garotas, sendo duas filhas de um mesmo relacionamento, e a menina de 7 e mais dois meninos, de 1 e 5 anos, que são filhos de outro pai.

 

Fonte: G1 MT