Bom dia, Domingo 20 de Janeiro de 2019

Polícia

Veículo bate em motocicletas e mata mulher em Sinop

Testemunhas disseram a polícia que a camionete parecia estar acima dos 100 km/h

Trânsito | 29 de Julho de 2018 as 01h 28min
Fonte: André Jablonski

Adriana Martins conduzia uma moto Honda Biz e foi atingida por trás pela camionete | Foto: TV Capital

 

Uma motociclista, de 44 anos, morreu na noite de ontem (28) na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional, depois de ser atropelada por uma camionete desgovernada. 
O acidente aconteceu na João Pedro Moreira de Carvalho, próximo ao estádio Gigante do Norte. De acordo com a Polícia Militar, o motorista seguia no mesmo sentido de duas motocicletas. A camionete bateu na traseira das duas, perdeu o controle e colidiu contra um poste de energia da rede elétrica. 
Adriana Martins da Silva foi arremessada e caiu na valeta entre a rodovia e a rua. Ela morreu instantes depois de entrar na UTI. 
O condutor da outra moto não corre risco de vida

Uma mulher, de 44 anos, morreu na noite de ontem (28) na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional, depois de ser atropelada por uma camionete desgovernada.

O acidente aconteceu na João Pedro Moreira de Carvalho, próximo ao Estádio Gigante do Norte. De acordo com a Polícia Militar, o motorista seguia no mesmo sentido de duas motocicletas. A camionete bateu na traseira das duas, perdeu o controle e colidiu contra um poste da rede elétrica. 

Adriana Martins da Silva foi arremessada e caiu na valeta entre a rodovia e a rua. Ela morreu instantes depois de entrar na UTI. 

O condutor da outra moto não corre risco de vida.

A POLITEC (Perícia Oficial e Identificação Técnica) deve apontar a velocidade que  veículo estava. Segundo o delegado Ugo Mendonça, o motorista, de 52 anos, recusou o teste do bafômetro. Ele está detido na delegacia e espera a audiência de custódia, prevista para acontecer nesta tarde (29).

COMENTARIOS