Bom dia, Domingo 24 de Setembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Corregedoria da Câmara pede explicações a vereador suspeito de cobrar propina

GC Notícias | 03/04/2017 14:03
Vereador acusado de cobranças ilegais
Arquivo GC Notícias
Vereador acusado de cobranças ilegais

A cópia do documento também foi protocolada junto a Mesa Diretora da Casa

A corregedoria da Câmara de Vereadores de Sinop expediu um ofício ao gabinete do vereador Fernando Brando (PR), exigindo explicações sobre denúncias de cobranças ilegais a ex-servidores do legislativo.

O documento pede que o vereador se reporte ao órgão o mais breve possível relatando sua versão.

Ex-servidores da câmara acusam Brandão de cobrar porcentagem mensal em dinheiro na troca dos cargos ocupados.

Na denúncia protocolada ao Ministério Público, diz que o vereador recebeu por seis meses de uma servidora o valor total de R$ 10.800, quando a mesma se negou a continuar a pagando, foi exonerada do cargo de Ouvidoria, cujo salário é de R$ 4.060 mensal.

Outro ex-servidor disse que trabalhou para o vereador durante três meses com o salário de R$  2.300 mensal e deveria repassar R$1.100. A denúncia diz que o primeiro salário foi repassado integralmente, os outros dois não foram pagos ao servidor.

Por meio de rede social, Fernando Brandão negou as acusações, disse que as denúncias possuem cunho político.

Caso a denúncia se concretize, o vereador estará ferindo o Código de Ética e Decoro Parlamentar dos vereadores, podendo ser extinto do cargo. 

Fonte: André Jablonski