Bom dia, Sábado 23 de Setembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

CPI da Águas solicita à prefeita suspensão de cobrança da taxa de esgoto

GC Notícias | 27/04/2017 16:01

Os vereadores da Câmara Municipal que compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Águas de Sinop se reuniram nesta quinta-feira (27) com a prefeita Rosana Martinelli e solicitaram ao executivo que a cobrança da taxa de esgoto feita pela Concessionária seja suspensa até o final das investigações da CPI. “Estamos à disposição do legislativo, inclusive para ouvir as reivindicações da Comissão. Nós já havíamos solicitado a suspensão da cobrança da taxa de esgoto e com o pedido dos vereadores iremos verificar a possibilidade legal de estendermos o prazo dessa suspensão até o término dos trabalhos da CPI da Câmara”, informou a prefeita.

O presidente da Comissão, Tony Lennon (PMDB), reforça que a população não deve pagar por um serviço que ainda não está em funcionamento. “Prezamos pelo justo e não é correto que o cidadão pague por um serviço do qual ainda não está fazendo uso. A CPI também é contra a forma de cobrança da taxa de esgoto, que tem como base o consumo de água de cada domicílio, com acréscimo de 100%. Vamos apurar essas determinações e outras ações postas em pratica pela empresa, ligadas também ao reajuste de tarifas, por meio de análises de documentos e oitivas”, acrescenta o vereador.

A CPI terá o prazo de 120 dias, prorrogável por mais 60 dias, para conclusão dos trabalhos.

A Comissão é composta pelos vereadores Tony Lennon (PMDB), relator Hedvaldo Costa (PR) e os membros Joacir Testa (PDT), Joaninha (PMDB) e Dilmair Callegaro (PSDB).

Fonte: Assessoria