Bom dia, Quarta Feira 25 de Abril de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Savi será o presidente da CPI das pedaladas

GC Notícias | 30/01/2018 18:31

Deputados governistas comandam investigação sobre desvios nos fundos

A Comissão Parlamentar de Inquérito que irá investigar o suposto uso indevido, por parte do Governo do Estado, de recursos que deveriam ter sido aplicados no Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), já tem relator e vice-presidente.

Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), ficou com a relatoria, enquanto Adriano Silva (PSB) foi escolhido para o cargo de vice-presidente. A escolha foi feita na primeira reunião da Comissão, na tarde desta terça-feira (30), que abriu oficialmente os trabalhos da CPI, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT). Mauro Savi (PSB) preside a Comissão.

Para a relatoria, o deputado Allan Kardec (PT), que faz oposição ao governador Pedro Taques (PSDB) na AL-MT, tentou disputar a vaga com Nininho, mas acabou derrotado. Ele acabou ficando com a sub-relatoria.

O petista, porém, não descarta apresentar um relatório em separado, caso seja necessário. “Acredito que Nininho vai fazer um relatório com bastante isenção. Ele foi prefeito, foi gestor. Mas, independentemente disso, faremos nosso trabalho. Caso eu perceba que o relatório não será a contento com que vamos descobrir, faremos um relatório em separado para CPI”, afirmou o deputado, que declarou ter expertise em relação ao Fundeb, pelo fato de ser professor.

A Comissão teve uma substituição entre seus integrantes. Saiu o deputado Leonardo Albuquerque (PSD), que alegou entender que a CPI seria desnecessária. “Me indicaram sem minha autorização e sem minha aceitação. Essa CPI é desnecessária. Eu nem assinei [o requerimento]”, disse o deputado. Em seu lugar entrou Guilherme Maluf (PSDB).

Fonte: Redação