Bom dia, Sexta Feira 24 de Novembro de 2017
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Sem nenhum deputado, lideranças fazem protesto pela saúde

GC Notícias | 08/11/2017 09:19

Prefeitos, vereadores, entidades e servidores cobram repasses aos Hospitais Regionais

Prefeitos da região Norte do Estado, acompanhados de vereadores, secretários municipais, representantes de 25 entidades de classe e servidores participaram de uma manifestação realizada na tarde de ontem, terça-feira (07), em frente ao Hospital Regional de Sinop. Apesar da presença de lideranças de 15 diferentes municípios, nenhum deputado estadual se fez presente.

O ato teve como objetivo sensibilizar o Governo do Estado para que regularize os repasses da saúde pública aos hospitais e município. Os deputados estaduais, detentores do poder de fiscalização e cobrança do executivo estadual, acabaram ficando ausentes do ato.

Sem as lideranças estaduais, o protesto foi conduzido pela prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, o vice-prefeito de Sorriso, Gerson Luiz Bicego (PMDB), que representou o prefeito Ari Lafin (PSDB) e os prefeitos de Claudia, Tabaporã, União do Sul e Marcelância, Altamir Kurten, Sirineu Moleta, Claudomiro Jacinto e Arnóbio Vieira, respectivamente. “É para cobrar os repasses do Estado para os Hospitais Regionais, porque a saúde está pedindo socorro. Nós precisamos estar cobrando firme o nosso governador e o nosso secretário estadual, que faça os repasses. Nosso hospital está a 60 dias sem atendimento normalizado, somente atendendo as emergências. São muitas vidas pedindo socorro para nós e todas as entidades e a classe política está aqui pedindo a sensibilidade do governo”, destacou Rosana.

O manifesto foi definido por consenso de 15 prefeitos que integram o Consórcio Público e Saúde Vale do Teles Pires. Segundo o presidente da AMM, Neurilan Fraga, na próxima sexta-feira (10) haverá uma assembleia em Cuiabá com todos os prefeitos para definir o próximo ato, que seja consenso dos municípios. “É mais uma manifestação. Eu estou viajando o estado todo participando de manifestações, seja para que o Governo repasse recursos atrasados diretamente para as prefeituras, para atenção básica, como também para média e alta complexidade, que se trata dos hospitais regionais e filantrópicos”, asseverou Neurilan.

 Durante a manifestação o presidente da Câmara de Sinop, Ademir Bortolli (PMDB), também propôs que prefeitos, vereadores e entidades também se mobilizem para um ato em Cuiabá e, após os discursos, os participantes fizeram uma visita à parte interna do Hospital Regional de Sinop.

 Além dos prefeitos, também participaram da manifestação secretários municipais, vereadores de Sorriso e os vereadores por Sinop Billy Dal Bosco (PR), Remídio Kuntz (PR), Professora Branca (PR), Hedvaldo Costa (PR), Tony Lennon (PMDB), Lindomar Guida (PMDB), Maria José da Saúde (PMDB), Joaninha (PMDB), Leonardo Visera (PP), Joacir Testa (PDT), Adenilson Rocha (PSDB), Dilmair Calegaro (PSDB) e Ícaro Severo (PSDB).

Fonte: Redação com Assessoria