Boa tarde, Quinta Feira 16 de Julho de 2020

Rural

Embrapa abre inscrições para 10º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados

Agrícola | 11 de Março de 2020 as 16h 09min
Fonte: Gabriel Faria - Embrapa Agrossilvipastoril

Foto: Gabriel Faria - Embrapa Agrossilvipastoril

Estão abertas as inscrições para o 10º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária. O evento é promovido pela parceria entre Embrapa Agrossilvipastoril e Senar-MT e será realizado em Sinop (MT), nos dias 8 e 9 de abril.

Este é o maior evento de transferência de tecnologia promovido pela Embrapa em Mato Grosso. Realizado sempre na vitrine de tecnologias da Embrapa Agrossilvipastoril, o dia de campo é uma oportunidade de produtores, profissionais de assistência técnica e extensão rural, estudantes e outros profissionais ligados ao setor agropecuário verem as novidades da pesquisa agropecuária para sistemas produtivos.

Assim como nas últimas duas edições, o dia de campo deste ano será realizado em dois dias, com a mesma programação. A divisão é uma forma de dividir o público, melhorando a experiência e o conforto dos participantes.

As inscrições antecipadas podem ser feitas no site www.embrapa.br/agrossilvipastoril. O evento é gratuito.

Em caso de grupos organizados e caravanas, a comissão organizadora orienta que façam contato pelo e-mail agrossilvipastoril.eventos@embrapa.br informando número de participantes e dia de preferência para a participação.

 

Programação

O 10º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária contará com um circuito composto por quatro estações de campo. Divididos em grupos, os participantes assistirão a apresentações de 40 minutos em cada uma delas. Após o término da quarta rodada, um quinto momento, também de 40 minutos, será destinado a quatro estações satélites.

Estas estações satélites são quatro novos temas em que o participante pode escolher qualquer um deles para acompanhar a apresentação. Caso prefira, ele pode retornar a uma das estações do circuito principal para tirar outras dúvidas com os palestrantes.

 

Estações principais

No circuito principal, a primeira estação terá como tema os sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF). Respostas sobre até quando é viável fazer agricultura em meio às árvores e como conduzir corretamente o componente arbóreo para obter melhores resultados tanto na produção de madeira quanto na produtividade da lavoura e da pecuária serão apresentadas pelos pesquisadores da Embrapa Ciro Magalhães e Maurel Behling.

Na segunda estação o destaque será o Biomaphos, inoculante solubilizador de fósforo lançado pela Embrapa Milho e Sorgo e pela empresa Bioma em 2019. A indicação de uso e os principais resultados serão apresentados pelos pesquisadores Flávio Tardin, da Embrapa, e Lucas Bulegon, da Simbiose.

O manejo de plantas daninhas em sistemas produtivos será o tema da terceira estação, abordando os desafios do manejo na cultura do arroz e em cultivos solteiros ou consorciados com plantas de cobertura. Os pesquisadores Mábio Lacerda e Sidnei Cavalieri serão os palestrantes.

A quarta estação será voltada à pecuária, falando sobre a suplementação a pasto em sistemas integrados. A apresentação será feita por Thiago Prado, da Fortuna, e Miqueias Michetti, analista do Imea.

 

Estações satélite

Nas estações satélites, os participantes do dia de campo poderão escolher entre quatro opções de tema. Uma delas irá mostrar o capim BRS Capiaçu, com foco na produção e recomendação de uso. O analista de Transferência de Tecnologia da Embrapa Orlando Oliveira e o extensionista da Empaer Irapuan Rodrigues farão a apresentação. Os interessados poderão levar mudas do capim após o dia de campo.

Em outra estação, dando sequência ao acompanhamento que vem sendo feito nas últimas edições do dia de campo, serão mostrados novos resultados do uso de consórcios forrageiros de segunda safra. Os professores Arthur Behling e Onã Freddi falarão sobre as recomendações de uso, produção de biomassa e efeito dos consórcios na física do solo.

O mercado de soja convencional e resultados de produtividade das cultivares de soja recomendadas pelo Instituto Soja Livre serão o tema de outra estação satélite. O pesquisador da Embrapa Edison Ramos e o professor da UFMT Jonatas Musskopf falarão sobre os materiais e Marcos Antônio de Melo, da Caramuru, abordará a comercialização.

A quarta estação terá como tema a mandiocultura. Nela, a analista de Transferência de Tecnologia da Embrapa Suzinei Oliveira abordará a produção de mandioca de mesa, apresentando materiais recomendados para o estado de Mato Grosso.

 

Dia de campo

O 10º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária é promovido pela parceria entra Embrapa Agrossilvipastoril e Senar-MT. O evento conta ainda com patrocínio da Acrinorte e da Unipasto. Apoiam o dia de campo a Acrimat, Bioma, Caramuru, empaer, Flora Sinop, Fortuna, Gepi, Imea, Instituto Soja Livre, Laboratório Solos e Plantas, Rede ILPF e UFMT.