Bom dia, Terça Feira 26 de Maio de 2020

Saúde

'Não é a solução', diz secretário de Saúde de MT sobre uso da cloroquina

Mato Grosso já registrou 941 casos de Covid-19 e 30 pessoas morreram

Coronavírus | 19 de Maio de 2020 as 15h 42min
Fonte: G1

O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, declarou que o uso de cloroquina contra o novo coronavírus (Covid-19), não é a solução para a doença. A declaração foi feita nesta terça-feira (19) durante live em uma rede social.

O uso da cloroquina para a Covid-19 vem sendo motivo de discórdia entre especialistas e o presidente Jair Bolsonaro.

Apesar de não haver evidências científicas que comprovem a eficácia do medicamento contra a doença, que já matou mais de 16 mil pessoas no Brasil, Bolsonaro defende o uso da substância.

Figueiredo afirmou que o governo distribuiu 9 mil comprimidos de cloroquina na rede de saúde, porém, lembrou que o uso é receitado por médicos para pacientes.

“Não é a solução. Cada paciente tem uma comorbidade e particularidade”, disse.

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) divulgou nota, na segunda-feira (18), na qual declarou que o uso da cloroquina contra a Covid-19 "não apenas carece de evidência científica" como é "perigoso, pois tomou um aspecto político inesperado".

Números em Mato Grosso

Dos 941 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 501 estão em isolamento domiciliar e 337 estão recuperados. Há ainda 73 pacientes hospitalizados, sendo 44 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 29 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 214 leitos de UTI e 695 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.