Boa noite, Sexta Feira 25 de Maio de 2018
Saúde Coluna Social Classificados Sobre o Site Fale Conosco

Sinop tem 1,2 mil pacientes fazendo tratamento de hanseníase

GC Notícias | 06/03/2018 16:49

Só neste ano foram diagnosticados 102 novos casos da doença

Conforme dados da Secretaria de Saúde de Sinop, só neste ano já foram diagnosticados 102 novos casos de hanseníase. Aproximadamente 1.200 pacientes fazem tratamento em Sinop. O Centro de Referência em Hanseníase e Tuberculose atende pacientes de 13 municípios da região.

Para orientar a população sobre a doença, equipes do Centro de Referência em Hanseníase e Tuberculose deram início a um cronograma de palestras de orientação a trabalhadores de um supermercado de Sinop. O trabalho faz parte das ações de conscientização e prevenção da doença, realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

Ao todo serão 8 palestras realizadas pela coordenação do Centro de Hanseníase. As visitas começaram nessa segunda-feira (05) e seguem até o final do mês de abril. Cada palestra tem aproximadamente uma hora de duração.

A hanseníase é uma doença contagiosa, que passa de uma pessoa doente, que não esteja em tratamento, para outra. Demora de dois a cinco anos, em geral, para aparecerem os primeiros sintomas. O portador de hanseníase apresenta sinais e sintomas dermatológicos e neurológicos que facilitam o diagnóstico. Pode atingir crianças, adultos e idosos, desde que tenham um contato intenso e prolongado com bacilo. Pode causar incapacidade ou deformidades quando não tratada ou tratada tardiamente, mas tem cura. O tratamento é fornecido por sistemas públicos de saúde (como o brasileiro Sistema Único de Saúde).

 

Novo prédio

O novo prédio do Centro de Referência em Hanseníase e Tuberculose, localizado no cruzamento da Rua dos Eucaliptos com a Avenida das Itaúbas (antiga UBS Scholtão), possui amplo espaço para atendimento com três consultórios médicos e um consultório de enfermagem.

Fonte: Redação com Assessoria